Star 61 em Fiplerama



Banda Star 61
Foto: Divulgação



A irreverência tomará conta do Parahyba Café na noite deste sábado (8), a partir das 23h, com o lançamento oficial do segundo CD demo da Star 61. A festa de lançamento acontecerá dentro da 15a edição do Zona Zine de Carol Morena, editora e produtora do evento, que tem previsão para começar às 21h, com discotecagem de Dj Verdee e apresentação da Flying Back.
A banda que foi atração principal do festival do SESC Paraíba ,“Todas as Tribos”, e traz nesta produção cinco músicas e um bônus da faixa multimídia do clipe “Fácil Demais”.
Apesar da produção musical ter escondido um pouco a voz do vocalista Flaviano e não apresentar uma capa bem encartada, com cores nem tão harmônicas, a demo chega em boa hora para dar uma sacudida no pacato cenário alternativo da Paraíba.
O Star 61 ao lado de grupos como The Sylvias, Cabruêra (rock mais regional), Unidade Móvel (rock industrial pop) vem se revelando como um dos mais irreverentes. Depois da extinta banda Flávio Cavalcanti, atual Flávio C, hoje, pode-se dizer sem pestanejar que o Star é o que de melhor existe na cena musical.
Comentários que surge de pessoas que estão sempre ligadas no que há de melhor no cenário local, a exemplo do ator, diretor de teatro e especialista em música alternativa, Everaldo Pontes. Na opinião de Everaldo, o grupo tem uma energia muito verdadeira. Pulsação está que ficou esquecida pelas bandas, devido, talvez, quem sabe, a exigência e urgência que tem os músicos, em se aliar as novas ferramentas da tecnologia, principalmente os que estão surgindo.
No melhor estilo “Placebo purpurina de ser” o efeito deles no palco é poderoso e impressionante. Resultado observado em nomes como Mick Jagger. Algumas pessoas acreditam que este efeito que enlouquece contagia a platéia que os assiste e escuta e isso se deve ao despojamento de Flaviano que a cada apresentação entra vestido com um figurino mais absurdo do que o outro.
Até um vestido de noiva ele já usou. Foi no Festival Mada, no Rio Grande do Norte, onde ganhou o prêmio como banda revelação de 2004, abrindo para o Sepultura. O público foi conquistado ali, à primeira vista, com a performance da noiva Flaviano regando flores no palco.
A fora toda essa irreverência a musicalidade em momento nenhum é perdida. A formação é a tradicional, ou seja, baixo (Edy - ex-Flávio Cavalcanti), guitarra (Túlio) e bateria (Walter Marrano), no melhor estilo rock. Tudo isso aliado a voz de Flaviano que já diz tudo.
O talento e despojamento levou a banda a participar do Abril pro Rock de 2005, ganharam a eliminatória de Recife do “Claro Que é Rock”. Existe comentários de que a mídia tenha ofuscado um pouco o trabalho do grupo, pois as matérias falavam mais das bandas de Recife do que o grupo da Paraíba.
Em novembro do ano passado a banda foi para São Paulo para participar do festival Claro Que É Rock, junto com as bandas Cachorro Grande, Iggy Pop & The Stooges, Sonic Youth, Nine Inch Nails, Flaming Lips e outras. A apresentação rendeu um outro convite. Desta vez para se apresentar no Blen Blen, casa de shows paulistana, dentro do projeto 2em1, ao lado das bandas Rock Rocket e Bidê ou Balde.
Para quem quiser conhecer o trabalho da banda pode acessar o website da trama, através do endereço eletrônico http://www.tramavirtual.com.br/star_61. Além do histórico do grupo você escutar as músicas do primeiro CD demo e também o mais recente “Fliperama”. Habilite-se e divirta-se.
Adriana Crisanto
adriana@jornalonorte.com.br

Serviço:
Star 61 - Fliperama
Sábado (8)
Hora: 23h
Local: Parahyba Café – Usina Cultural da Saelpa - Tambiá
Informações:
flastar61@yahoo.com.br
www.star61.cjb.net www.fotolog.com/banda_star61