Fim de ano com música


Pronto. Estamos em dezembro. Faltam poucos dias para acabar o ano. Período em que o mercado fica enlouquecido com as vendas e o consumo mais acirrado. O que não é para menos, pois até o dia 31 de dezembro o público vai correr até a loja mais próxima para adquirir presentes de Natal e aquela famosa lembrança do Amigo Secreto.
Numa breve consulta aos websites dos revendedores de CD e DVD do país você pode descobrir até previsões do mercado musical para o próximo ano. As gravadoras, principalmente de grande porte, começaram a abastecer suas prateleiras com seus “blockbusters”.
A EMI, por exemplo, promete soltar mais uma série de shows da banda RDB, que este ano arrastou uma multidão de aborrescentes para consumir os produtos do grupo mexicano. Estão previstos os DVD’s da segunda e da terceira temporadas da novela Rebelde.
No mercado internacional as “major`s” (grandes empresas de música), a exemplo da EMI, lança novos trabalhos do Iron Maiden, Robbie Williams, Norah Jones, Diana Ross, compilações de Moby e Depeche Mode e um novo trabalho do que sobrou do Queen. Um dos anúncios da empresa é o CD "Love" que reúne músicas dos Beatles, remixadas e utilizadas pela Companhia de Dança Cirque de Soleil, em seu espetáculo homônimo.
O trabalho foi dirigido por Georg Martin e por seu filho Giles, sob supervisão dos dois Beatles remanescentes Paul MacCartney e Ringo Star, e de Yoko Ono e Olívia Harrison, viúvas, respectivamente de John Lennon e George Harrison.
No mercado nacional a também EMI brasileira programa os lançamentos dos discos “Prisma” de Paulo Ricardo, a banda santista Charlie Brown Júnior e do grupo baiano Cheiro de Amor. A dobradinha CD e DVD a empresa lança Caio Mesquita, Daniela Mercury e Fafá de Belém.
A major Sony BMG traz, como todo ano, o seu campeão de vendagem, o Rei Roberto Carlos que promete neste trabalho uma surpresa, um CD de duetos com grandes nomes da música brasileira. Paralelo a este trabalho o Rei Roberto grava no Rio de Janeiro o tradicional programa de fim do ano, que será exibido pela toda poderosa Rede Globo.
A cantora Ana Carolina também vem como promessa da BMG que para delírios os fãs da cantora retorna, enfim, ao mercado fonográfico. Nos últimos dois anos, a cantora esteve de férias, que só interrompeu para brincar de lançar o CD aclamado “Ana e Jorge”, lançado no ano passado com Seu Jorge. O novo trabalho de Carolina será um disco duplo.
Outro disco que vem causando uma certa expectativa é a dobradinha CD e DVD que celebra a retomada do grupo “Mutantes”. Como já foi exibido no programa de televisão Fantástico, no último domingo, o grupo deixou de lado a aposentadoria e foram faturar um pouquinho. Eles retornaram a pouco de uma série de apresentações nos Estados Unidos e Europa. O CD e DVD dos Mutantes foram gravados ao vivo no centro cultural Barbican, em Londres.
Outra aposta da BMG são os CD’s das moças da minissérie Antônia (Negra Li, Leilah Moreno e Cindy) que estreou no mês passado na televisão e que em breve será lançado nas telonas. No segmento música erudita a BMG ataca com Beethoven Piano Sonatas, um novo trabalho de Nelson Freire. Na linha internacional a companhia tem um verdadeiro arsenal de lançamentos.
Só para citar alguns tem o novo CD e DVD da banda U2, intitulado Definitive Best Of, que traz a participação do Green Day. Um detalhe deste trabalho do U2 é que essa participação de Day nesta única canção será revertida para a Music Rising, organização que presta assistência aos músicos que perderam os instrumentos durante a passagem do furacão Katrina. Tem ainda a estréia de Fergie do Black Eyed Peãs, Andréa Bocelli, Jay Z, The Who, Eminem, Jack Johnson, Diana Krall e Baby Blue da cantora e atriz mexicana Anahí.
Na seqüência de lançamentos estão ainda previstos ainda para este mês uma caixa com onze discos do baiano Caetano Veloso (Caixa Caetano 1), a coleção Chico Buarque, com 17 títulos remasterizados, uma edição especial da série High School, o DVD Live! Tonight! Sold Out! Do Nirvana e a série 11 títulos das melhores canções das escolas de samba do Rio de Janeiro.

Novos talentos

Novos talentos também podem faturar um pouquinho neste finalzinho de ano e são também promessas para o próximo ano. Uma dessas estréias é o disco inaugural do Canto dos Malditos na Terra do Nunca, um grupo de rock vindo da Bahia e o novo trabalho da cantora Céu, que vem sendo apontada como uma das grandes revelações da nova safra da MPB.
A paulistana Céu apareceu no cenário musical no final de 2005. Com apenas 25 anos de idade a moça surpreendeu a crítica ao lançar seu primeiro disco pela Ambulante Discos. Céu, que foi ofuscada pelas estrelas do Tim Festival, na sua última edição, foi indicada ao prêmio Tim de Música deste ano na categoria pop rock como melhor cantora.
Cantora, compositora e interprete, Céu mistura jazz, MPB, músicas urbanas atuais como o hip-hop, com sonoridades eletrônicas e ritmos regionais como o samba. Toda essa miscelânea rendeu a criatura uma bela turnê pela Europa e no Canadá, incluindo no pacote a participação no conceituado Festival de Jazz de Montreal.
Adriana Crisanto
Matéria publicada no caderno Show do Jornal O Norte
Dezembro 2006.
Foto: Cantora Céu, uma das promessas de sucesso para 2007.