Oi Blues by Nigth


O norte-americano Greg Wilson, o baterista do Barão Vermelho, Rodrigo Santos e a banda carioca Blues Power são as atrações do Oi Blues By Nigth que acontece em João Pessoa nesta quinta-feira (27), a partir das 22h00, no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural. Os bilhetes de entrada custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudante) e estão sendo vendidos antecipadamente nas lojas Oi dos Shoppings Mag, Tambiá e Manaíra e na loja Oi da Epitácio Pessoa.
O evento de blues, que começou meio tímido, vem tomando corpo em três capitais do nordeste, aconteceu ontem em Recife e segue amanhã para Natal (RN). O Blues tem exercido grande influência na música popular ocidental, definindo e influenciando o surgimento da maioria dos estilos musicais como o ragtime, jazz, rhythm and blues, rock and roll e música country, além de ska-rocksteady, soul music e influenciando também na música pop convencional e até na música clássica moderna.
E não foi diferente com o pessoal da banda carioca Blues Power, que se apresenta hoje a noite no Paulo Pontes. A banda surgiu pela primeira vez em 1998, e foi idealizada pelo guitarrista Sérgio Rocha, o baixista Fábio Mesquita (ambos ex-integrantes da banda Baseado em Blues), e pelo baterista Beto Werther, que já fez parte da Big Alanbik.
No show de logo mais o Blues Power apresenta seu primeiro trabalho de título homônimo lançado no início deste ano. No disco o grupo não economizou nas guitarras para fazer o gênero blues/rock. Todas as músicas foram editadas pela Setembro Edições, exceto a música Amor e Verde Vale, editadas na Universal Publish.
Como todo disco de blues tem músicas que falam de estrada, como a “Down The Road” e outras tantas baladinhas que dizem o que há de bom no amor, felicidade, melancolia, solidão e sobre obras da coesa da alma humana que o só blues consegue imprimir.
A grande atração do Blues By Nigth é John Greg Wilson, mais conhecido no Brasil, como Greg Wilson. Ele nasceu no Mississipi, na cidade de Tupelo e é formado em música pela Universidade da Carolina do Sul. Greg entrou para a história nacional ao fundar com amigos a banda Blues Etílicos.
Greg sempre manteve laços estreitos com o Brasil. Formou-se em bacharel em música sacra. Nos shows ele toca guitarra e dá um show no trompete. Na banda Blues Etílicos ingressou em 1987, quando o guitarrista Derek Bosshart o apresentou aos já integrantes da banda. Ele tem seis discos gravados, o mais recente intitulado “A Cor do Universo”. Greg Wilson apresenta composições próprias e clássicas do gênero, que fazem um estreitamento entre o blues e o country. Em entrevistas a imprensa do sul ele revela que tem admiração por Allman Bros e Lynyrd Skynyrd. De J.J. Cale, pode ser incluída em suas apresentações a música Misty Mountain, que Greg Wilson normalmente coloca em pauta dentro do repertório de suas apresentações e, ainda, III Be Back, uma gravação feita para a edição Pororoca.

A outra atração do Oi Blues é o baterista do Barão Vermelho, Rodrigo Santos, que recém-lançou o disco “Um pouco mais de calma” e já emplacou com uma música “Pão Duro”, na novela das sete horas, “Sete Pecados”. Rodrigo tem cerca de 26 anos de carreira musical. Começou cedo e já recebeu três prêmios Sharp.Tocou com diversas bandas, ficou conhecido pelo público quando entrou para o Barão Vermelho e hoje (de férias do Barão) segue com sua carreira solo.
A primeira banda a compor foi a Choque Geral, ainda no tempo de escola. Tocou na banda Prisma, com Marcelo Serrado. Foi vocalista da banda Front e João Penca e seus Miquinhos Amestrados, com quem gravou os discos: Ok May Gay e Além da Alienação. Com Leo Jaime, gravou dois Lp´s (Vida Difícil e Direito do meu coração para o seu). Gravou com Lobão quatro discos: Cuidado, Sob o Sol de Parador (gravado em Los Angeles), Ao Vivo! (gravação da apresentação no Hollywood Rock, 1990) e O Inferno é Fogo (com duas composições suas). Com Lobão também se apresentou no Rock in Rio.
Depois de passar pela banda de Paulinho Moska entrou na banda Barão vermelho, onde diversificou seu estilo e lançou Puro Êxtase. Ele também é integrante da banda “Os Britos”, um banda cover que faz releituras dos Beatles, com quem gravou e produziu Cd e DVD. Rodrigo também atacou como produtor em alguns discos do Barão Vermelho. Neste seu recente trabalho solo “Um pouco mais de calma”, toca violão, baixo e compõe músicas e é acompanhado por Zélia Duncan, Frejat, Lobão, Mauro Santa Cecília, Guto Giffi e outros.

Serviço:
Oi Blues By Night
Atrações: Greg Wilson, Blues Power e Rodrigo Santos

Quinta-feira (27)
Local: Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural - Tambauzinho
Horário: 22h00
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudante)
Venda antecipada: Lojas Oi dos Shoppings Mag, Tambiá, Manaíra e Epitácio Pessoa.

Adriana Crisanto
Repórter
adriana@jornalonorte.com.br
adrianacrisanto@gmail.com
Fotos: Greg Wilson - Divulgação.