Banda Ludov toca no Galpão 14


Além dos sucessos que a tornaram conhecida no país, como "Princesa", a banda incluirá no repertório as músicas do novo álbum, "Paralelo"

A banda Ludov será atração neste domingo (28), a partir das 18h, no Galpão 14, localizado no Centro Histórico da Capital. No show a banda apresenta músicas de seu mais recente trabalho, intitulado "Disco Paralelo", gravado pelo Mondo 77. Os ingressos estão sendo vendidos na portaria do local ao preço de R$ 10 (inteira) e R$ 8 (estudante).
A Ludov é uma banda de rock alternativo brasileira. O grupo lançou o EP "Dois a Rodar" (mais conhecido por sua canção "Princesa"), o álbum "O Exercício das Pequenas Coisas", e, em junho deste ano, o álbum "Disco Paralelo". Depois de anos cantando juntos, passando por diversas bandas, o grupo é hoje composto por Vanessa Krongold (vocal), Mauro Motoki (guitarra e teclado), Habacuque Lima (guitarra e baixo) e Paulo "Chapolin" (bateria).
A banda surgiu após o fim dos Maybees, que era composto por todos os componentes do grupo atual, exceto por Paulo "Chapolin", que substituiu o antigo baterista que tinha ido para o exterior. A Maybees cantava em inglês, mas devido à vontade dos integrantes de renovarem a própria obra, acabaram terminando a banda. Após reencontrarem-se novamente em alguns meses, perceberam que a mesma química que havia unido os integrantes no passado ainda existia, além de muita disposição para a criação de um novo grupo de música. Dessa vez, o idioma escolhido foi o português.
No início da carreira, eles começaram a ganhar espaço na MTV Brasil e já colocou dois clipes na parada do Disk MTV. Ganharam um prêmio no Vídeo Music Brasil da MTV de 2004 com o clipe "Princesa". Em 2005, concorreram em três categorias com "Kriptonita".
Para conhecer um pouco da banda Ludov enviei perguntas para o baterista da banda Paulo "Chapolin" que prontamente respondeu. Conheça um pouco do grupo que começa a sair do cenário alternativo para ingressar no mundo do pop rock brasileiro. Leia a entrevista:

Como surgiu a banda? E de onde vocês são? E por que esse nome Ludov?
O Ludov surgiu aqui em São Paulo, na faculdade. O Habacuque, a Vanessa, eu e o Edu, antigo baixista fizemos a mesma faculdade. E a afinidade e o gosto pela música nos uniram nos intervalos das aulas. O único que não fez faculdade com a gente foi o Mauro, mas ele conhece o Habacuque desde pequeno. Os dois são de Brasília e o resto da banda é de São Paulo mesmo. Ludov é uma abreviação de Ludovico, que era uma revista virtual que o Habacuque tinha. Quando precisamos de um nome para a banda ele sugeriu esse e achamos ótimo. Era um nome sem significado nenhum, então não viria carregado de Pré-Conceitos.

De onde vem o título do disco "Paralelo"?
Na verdade o título do disco é "Disco Paralelo". É o nome de uma música. Ficamos um tempão buscando um nome que resumisse tudo que as letras do disco querem dizer, mas isso é impossível. Então achamos que era um bom nome para um disco. E que a própria música "Disco Paralelo" resumia um pouco a idéia do disco.

Como vocês observam o cenário rock pop brasileiro?
Eu acho que o rock pop brasileiro está cada vez mais comprometido, ou seja, as coisas boas são sempre promessas e o que já fez sucesso está aí. Não existe uma renovação considerável. Das novas bandas, as únicas que tem espaço na mídia são as bandas EMO! Não tenho nada contra eles, desde que o som seja feito de coração. Mas nunca se produziu tanta música no Brasil, então acho que o cenário rock pop no Brasil está escondido na internet. Quer conhecer coisas novas, desligue o rádio e aprenda a nadar na internet.


Essa é a primeira vez que a banda se apresenta em João Pessoa ou alguns dos integrantes tocaram aqui em alguma outra oportunidade?
É a primeira vez sim. Estamos bastante ansiosos, pois nossos shows em todo o Nordeste sempre foram excelentes. E acreditamos que em João Pessoa não será diferente.

Como aconteceu essa parceria com Chico Neves?
Foi um pouco surreal, pois ligamos pro Chico completamente desacreditados que poderia rolar alguma coisa. Não o conhecíamos. Já sabíamos que ele era um excelente produtor. A carreira dele já comprova isso. Mas ele poderia ser um chato, e teríamos que aturar isso para podermos trabalhar com ele. Mas desde o 1º telefonema ele já se mostrou extremamente simpático. E ao chegarmos no RJ, vimos que ele era além de muito talentoso, uma pessoa incrível. Podemos agora dizer que somos amigos do Chico Neves, saímos pra jantar com ele na última vez que estivemos no RJ e só temos a agradecer a ele pela simpatia que ele é e pela sua simplicidade.

Serviço:
Banda Ludov
Domingo (28)
Hora: 18h00
Local: Galpão 14, no Centro Histórico
Preço: R$ 10 (inteira) e R$ 8 (estudante)


Adriana Crisanto
Repórter
adrianacrisanto@gmail.com
Fotos: Divulgação.