Doação de Sabedoria


Irradiar conhecimento é o que faz a ONG “Dê um Livro Espalhe Sabedoria” que na próxima semana distribui mais de mil livros para a população

Mais de mil exemplares de livros serão doados pela Organização Não Governamental (Ong) “Dê um Livro Espalhe Sabedoria”, no período de 28 de janeiro à 1º de fevereiro, com a população carente de João Pessoa. As doações serão realizadas pelos voluntários da Ong que está localizada no estacionamento da Avenida 13 de Maio, no centro da Capital, por trás do Palácio do Bispo.

As pessoas que se interessarem pelos livros devem comprovar que estudam em escola pública. O idealizador do projeto, o empresário José Andréa Magliano, disse que com a proximidade do início do período letivo, os alunos precisam de livros de literatura, material para pesquisa. “Decidimos distribuir as obras para que as crianças e adolescentes carentes possam começar o ano com alguns livros indicados pelas escolas”, comentou Magliano.

A Ong existe há mais de cinco anos e se dedica a criação e implantação de bibliotecas em escolas e ambientes carentes que não tem espaço para leitura. A contribuição é dada também própria população. Os livros, em sua maioria, são entregues nos estacionamentos do Hotel Tambaú, na Avenida 13 de Maio e no do Espaço Cultural. Os livros doados são encaminhados a sede da Organização localizada no município do Conde, catalogados e encaixotados para que não sejam deteriorados. A Ong é responsável pela criação de mais de 60 bibliotecas em toda a Paraíba.

Biblioteca Zé Ramalho

Outras bibliotecas estão sendo criadas ainda este ano, depois do carnaval. A próxima inauguração acontecerá na Casa do Estudante, que fica na Rua da Areia, também na Capital. O novo espaço deverá levar o nome do cantor e compositor paraibano Zé Ramalho. O pedido para a criação da biblioteca na Casa do Estudante foi feito desde o ano passado, mas devido à procura das escolas só agora poderá acontecer.

O ano de 2008 na Ong começou com muitos pedidos de criação de bibliotecas, um deles foi de um líder comunitário na cidade Alhandra, município localizado a cerca de 42 quilômetros da Capital João Pessoa. “Os livros já começaram a ser separados”, garantiu Magliano.

Caso a sua escola, bairro, clube, centro comunitário não disponha de espaço para leitura e queira solicitar a criação de uma biblioteca pública basta entrar em contato através do telefone 3221.2340. O mesmo número também vale para informação sobre doação de livros.

Adriana Crisanto
Repórter
adriana@jornalonorte.com.br
adrianacrisanto@gmail.com
Fotos: Divulgação