Três blocos saem hoje no Folia de Rua


O pré-carnaval de João Pessoa, Folia de Rua, prossegue hoje, com o desfile dos blocos Galo do 13 de Maio que se concentra às 18h00, na Praça Assis Chateubriand. Às 19h00 sairá o bloco Canto do Tetéu, com concentração na Lanchonete Luciana. A partir das 20h00 sairá o bloco de arrasto Cordão do Frevo Rasgado, da Praça do Mag Shopping, em Manaíra.

Os organizadores do bloco Galo do 13 de Maio prevê que este ano cerca de quatro mil foliões acompanhem o desfile do bloco que passará pelas ruas Telegrafista Armando Pessoa, seguindo pelas ruas Coronel Barata, Pastor Firmino Silva, Francisco Moura, retornando para a Praça Assis Chateubriand.

Na concentração duas orquestras animam os foliões, tocando frevos de sucesso, marchinhas de Carnaval e músicas atuais. Paralelo às atividades carnavalescas o bloco promove projetos sociais junto à comunidade, na sede da Associação Recreativa Cultural 13 de Maio e atender a grupos de idosos, crianças em estado de risco social, mães carentes gestantes e outros.

O bloco, Canto do Tetéu, também prevê um número considerável de foliões este ano. No ano passado o bloco comemorou 16 anos de fundação e rendeu homenagem ao forró autêntico e nordestino. A saída, com banda e trio elétrico, está prevista para às 20h, em um percurso que passará por algumas avenidas do bairro de Jaguaribe, como a Vasco da Gama, depois retornando ao local da concentração.

O 'Canto do Tetéu' surgiu em 1992, numa iniciativa do cantor Walter Luís, presidente do bloco, e um grupo de amigos que resolveram brincar o Carnaval. Durante os oito primeiros anos, o bloco saia numa terça-feira na praia e nos outros oito anos passou a sair todas as quintas-feiras (entre o Muriçocas do Miramar e o Cafuçú), pelas ruas de Jaguaribe.

No bairro de Manaíra sairá o Cordão do Frevo Rasgado fará concentração na praça do Mag Shopping (Manaíra), com o compromisso de resgatar a cultura do carnaval em forma de músicas, passistas, bichos, ala ursas, papangús. O bloco, que comemorou 16 anos de fundação, inicia a concentrarão na rua Floriano Peixoto, em frente à 'Lanchonete Luciana' (Jaguaribe). Cordão do Frevo Rasgado foi fundado em 1996 pelo cantor e compositor Lis Albuquerque.

A idéia surgiu a partir da música do mesmo nome que foi ganhadora de um festival realizado pela Fundação Espaço Cultural (Funesc). No começo, o bloco saía nas ruas estreitas da praia de Camboinha no período de veraneio, quando a família e os amigos do cantor se reuniam para festejar o sol e o reinado de 'Momo'. Porém, com a necessidade de preencher espaços dentro da cidade de João Pessoa, o bloco ficou itinerante por três anos, saindo no Pavilhão do Chá (praça Venâncio Neiva), depois na praça Dom Adauto (do Bispo) e finalmente na praça do Mag Shopping, em Manaíra.

Hoje, já consolidado pelo público, o 'Cordão do Frevo Rasgado' vê o número de foliões aumentarem a cada ano e a agremiação virou uma referência no bairro de Manaíra, atraindo também a atenção de pessoas de outros bairros. A estimativa de público para o desfile desta quinta-feira é de 1.000 pessoas.

E amanhã, sexta-feira, 20 de fevereiro, saem os blocos Cafuçú, 20h00, da Praça Dom Adauto, no centro histórico da Capital e às 19h00 o bloco Elefante da Torre da Praça São Gonçalo.

Adriana Crisanto
Repórter
adrianacrisanto.pb@diariosassociados.com.br
adrianacrisanto@gmail.com
Fotos: Divulgação