Eliane Velozo abre nova exposição fotográfica


Será aberta nesta quinta-feira (12), às 19h, no segundo pavimento da Torre Mirante, a exposição fotográfica “Redescobrindo a Jornada de meu pai” da fotografa e multiculturalista Eliane Velozo. A artista retorna a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes para desta vez homenagear o pai Gastão Veloso de Melo, um veterano da Força Expedicionária Brasileira (FEB). A mostra permanece aberta a visitação pública de terça a sexta-feira das 9 às 21h, e sábado e domingo das 10h 21h, até o dia 29 de abril.

Nesta exposição serão exposta aproximadamente 40 fotografias em que retrata a vida de seu pai e o percurso que ele fez desde o seu alistamento e embarque para a II Guerra Mundial. Gastão Veloso de Melo nasceu em Lajedo/PE, em 1922, onde viveu e trabalhou na agricultura, até o seu alistamento militar, em 1942. Embarcou para a Itália, durante a II Guerra Mundial, no 5º. Escalão de Embarque, retornando ao Brasil em outubro de 1945. Tem 88 anos de idade e reside no Recife, onde é membro da Associação dos Veteranos da FEB. É casado com Enedina Alves de Melo e tem sete filhos, cinco netos e um bisneto.

Foi na busca individual de entender o significado de ser um veterano de guerra que a artista resgatou fotos e registros da época e voltou com o seu pai aos lugares onde ele nasceu (Lajedo), se alistou (Caruaru), serviu (Jaboatão), patrulhou o litoral de Pernambuco (Tamandaré), fez treinamento militar e embarcou para Itália (Rio de Janeiro). Em 2011, a artista viajou para a Europa quando refez a trajetória do veterano, nos locais onde ele lutou e visitou (Itália), durante e logo após o término da Segunda Guerra Mundial.

Ainda mais provocada pelas ações nazi-fascista contra judeus, negros, ciganos, homossexuais e povos de todo o mundo, Eliane Velozo foi à Polônia e à Holanda onde se emocionou nos campos de concentração e ao ter contato com monumentos referentes às atrocidades cometidas e também às lutas de libertação.

De volta ao Brasil, Eliane Velozo homenageia todos que, de alguma forma, se envolveram na II Guerra Mundial, e enaltece a possibilidade da paz mundial, partilhando a dor, o espanto, e a recriação dos processos de fraternidade ao expor fotografias, textos, mapas, rotas e vídeos que produziu. Além disso, como parte essencial de seu processo de criação, registra emoções e reflexões em um diário de viagem disponibilizado no endereço: http://jornadademeupai.blogspot.com/.

SOBRE A ARTISTA - Eliane Velozo nasceu em Lajedo. É formada em Comunicação Visual (UFPE) e Mestra em Belas Artes (Universidade de Illinois, em Chicago-EUA). É fotógrafa e multiartista e tem experiências educacionais nas áreas de criatividade, fotografia, comunicação, arte e sinestesia. Já expôs, entre outros lugares, em várias capitais Brasileiras, em Lisboa e Porto (Portugal), Cidade Velha (Cabo Verde), e no Texas, St. Louis e Chicago (EUA). Sempre participa e coordena projetos individuais e coletivos. Reside a 14 anos em Belo Horizonte.

SERVIÇO:
EXPOSIÇÃO DO PROJETO “REDESCOBRINDO A JORNADA DE MEU PAI”
Local: Segundo pavimento da Torre Mirante da Estação Cabo Branco - Ciência, Cultura e Artes, altiplano.
Abertura: Quinta-feira (12)
Horário: 19h
Período: de 12 a 29 de abril.
Horário de visitação: Segunda a sexta, das 09 às 21h, e sábados e domingos, das 10 às 21h.
Fone: 3214.8303 – 3214.7280